6 dicas para alongamentos seguros!

A maioria das pessoas adora a sensação de um bom alongamento. Embora seja tentador pular direto para os alongamentos, é melhor pensar primeiro na segurança. Essas dicas ajudarão a maximizar sua flexibilidade e desempenho, além de reduzir o risco de lesões causadas por alongamentos inadequados.

  1. A Melhor hora para esticar, ao contrário da opinião popular, é fazer os alongamentos após a atividade física, quando os músculos estão quentes, e não antes, quando estão frios. Então aqueça primeiro! Assim como a massa de pizza, os músculos se esticam mais facilmente quando aquecidos. Pode ser tão simples quanto marchar no lugar com os braços balançando por cinco minutos, dançando algumas músicas ou após musculação. Bolsa térmica quente ou um banho quente são os primeiros passos eficazes no caso que o seu corpo esteja travado e não pode aquecer normal.
  2. Não sinta dor. Ao alongar, estique apenas ao ponto de leve tensão, nunca ao ponto de dor. Se algum trecho doer, pare imediatamente! Redefina sua posição com cuidado e tente novamente. Com o tempo e a prática, sua flexibilidade melhorará.
  3. Preste atenção à postura e boa forma. A postura conta se você está sentado, em pé ou em movimento. A boa forma se traduz em melhores ganhos de flexibilidade e menor probabilidade de lesões ao esticar os músculos tensos.
  4.  Concentre-se no músculo sendo esticado. Você notará que um lado do seu corpo geralmente é mais apertado que o outro. Trabalhe para equilibrar isso ao longo do tempo.
  5. Respire. Respire confortavelmente durante o alongamento ou use a respiração do yoga. Faça o que fizer, não prenda a respiração enquanto estiver esticando.
  6. Pratique com frequência. Você obterá os melhores ganhos se realizar atividade física combinada ao alongamento. O objetivo deve ser o maior número possível de dias da semana. No mínimo, tente fazer atividade física combinada ao alongamento duas ou três vezes por semana.